A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Linda Martini

"Gravidade"

[Verso 1]
A puta da gravidade a puxar-me à razão
Só te conto metade, nem te conto metade
Muito mais da cabeça do que do coração
Deve ser da idade, deve ser da

[Verso 2]
Mesmo não tendo fé rezo no avião
Quando me falha o pé, quando não tenho mão
Porque não compro um cão? As maçãs todas ao chão
A acharem todas que são sangria fresca de verão

[Verso 3]
Nem tudo é preto no branco, sou bandido e santo
Mas só toco no céu, se subir a um banco
Eu nem sei bem porque canto
Eu já nem a mim me espanto
Orelhas de burro ao canto
A ver se aprendo entretanto

[Refrão]
A puta da gravidade
A puta da gravidade
A puta da gravidade
A puta da

A puta da gravidade
A puta da gravidade
A puta da gravidade
A puta da

[Verso 4]
Deixo que me caiam todas as manhãs ao chão
Todas as maçãs, deixo que me caiam
Todas as manhãs ao chão, todas as maçãs
Deixo que me caiam todas as manhãs ao chão
Todas as maçãs, deixo que me caiam
Todas as manhãs ao chão, todas as maçãs

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol