A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Rap Box

"Da Onde Eu Vim"

[Verso 1]
Caiçara, pé de chinelo breque
Um [?] no bolso com o naipe de muleque
Via, faço vira de camelo, quero mec
Vou sair de casa, preciso de uns cheques
Andam por ai dizendo que eu sou lock
Porque saí na mão e não suporto as paty
Pronta pro combate, se liga no meu naipe
Tem uns que admira e outros que não engole
To na brisa de Frida e no pique de [Ays?]
Intimidando criativo, vivendo na extremidade
Nomearam mainstream o que veio do underground
Rotulam a nossa face por prazer e vaidade
Agora quer ser parça mas queria um boquete
Não, não passarão, clássico como um disquete
Parou e tá ouvindo, rap de mina é raridade
Meu rap é sinistro, meu instinto é selvagem

[Refrão]
Eu vim de lá
Eu vim de lá
Eu vim de lá
Eu vim de lá
Eu vim de Santos

[Verso 2]
Morro da Nova Cintra, canais e avenidas
Me fizeram prosperar, todas aquelas histórias, todas aquelas fitas
Um salve J. Dias, DJ [?]
Preta rara, en los treze, por pilharem na minha rima
Se liga o [?]
Um salve pras amigas que são minha aspirina
Não esqueci de nada, não esqueci da minha trilha
Vocês me deram o soro, e a chave pra saída
Quero mudar o mundo, honestidade, disciplina
Licença pra chegar, pois mantive a minha crença
A instabilidade faz parte da natureza
Uma colher de história, temperada com ciência
Somei as circunstâncias vezes autoconsciência
Filosofei o grave dos fatos e a influência
Vi algo sobrenatural, sobrevoando sobre a mesa
Sobrevivendo, sobressaia das causas com inteligência
Coisas que travaram quando eu era criança
Fases e cacos que abalaram a minha dança
Foi ai que eu encontrei a flor plantada na corda bamba
Enquanto tiver vivo, viva
Voa, vontade vitória

[Refrão]
Eu vim de lá
Eu vim de lá
Eu vim de lá
Eu vim de lá
Eu vim de Santos

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol