A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Krayzie Bone

"Corrida"

[Verso 1]
Quem quer vencer na vida tem que ter sua meta
É igual uma corrida de bicicleta
Na largada é festa, todo mundo é atleta
É o racha, é o pega, sem medo de errar
No começo tamo junto, os camarada e pá
Entusiasmo e alegria pra compartilhar
É um sonho um dia poder conquistar
Então vamo que vamo é só pedalar
Mas a medida em que a corrida se desenvolve
Da pra ver no dia a dia que não é o mesmo corre
O ciclista desafia mas então descobre
Que a estrada da vida não é assim tão mole
Então precisa muito mais que sorte
O esforço e empenho tem que ser enorme
Se a alegria do começo já não é tão forte
Fé é a vitamina para que melhore
Vamo, vai, tem que insistir
Atras vem gente, não pode cair
Ninguém disse que é fácil, a estrada é assim
O sol é pra queimar, a chuva pra molhar
Com o vento pra ajudar, ou então pra atrapalhar
Você tem que pedalar pra não ficar pra trás
O gosto da derrota é ruim demais

[Refrão]
A mili ano na missão
Vamo que vamo até o final
Representando com o som
É só os mano de mil grau

[Verso 2]
E a corrida continua, é o nosso dia a dia
Agora vem as duvidas e a monotonia
O pedal é uma luta e o cansaço predomina
Sim, tudo é difícil pra alcançar a conquista
Tamo na pista, mas se olhar pra trás então
Verá que tem fraqueza numa pá de irmão
Ainda estão correndo, mesmo que for lento
Mas a estrada não tem jeito, não se para no meio
Reclamam entre si, e não são poucos
Pedalam lado a lado com o carro de apoio
Sem velocidade no maior sufoco
É, felicidade não é mesmo pra todos
Agora bem distantes já sumiram de vista
Enfrentamos subidas, solidão na pista
As vezes na descida, curva desconhecida
Mas tamo pedalando nessa estrada da vida
(Tão demorô)
É, então vamo aí
Faça frio ou calor, você tem que insistir
A missão não acabou e a estrada tá aí
E quem parou ficou, quem acelerou tá aqui
Aí, eu não posso correr por você
E nem você por mim
E nem nós por ninguém
Enfim, fé nunca é igual
Cada um tem a sua, é individual

[Ponte]
É 1, 2 não tem pra depois
3, 4, tem que ser no ato
5, 6, pra firmar de vez
7, 8, agora é bicho solto
É 1, 2 não tem pra depois
3, 4, tem que ser no ato
5, 6, pra firmar de vez
7, 8, agora é bicho solto

[Refrão]
A mili ano na missão
Vamo que vamo até o final
Representando com o som
É só os mano de mil grau

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.

© 2017 Lyrics Media Group Inc.