A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Snow

"A Fé Minha Lei"

[Verso 1: Nocivo Shomon]
Tô na missão, disposição aqui é mato
Suburbano, escorpiano do terceiro decanato
Na rua to atento com os puto e os pé de pato
Quem julga minha carreira não bota nada no prato
Fugi do anonimato e dos assassinatos
Arte da ingratidão, melhor talento dos ingratos
O fã se emociona que eu eu paro e tiro retrato
E digo somos iguais, apenas mortais, é fato
Onde o dinheiro manda palavra não é contrato
Mas ela também revela quem é homem e quem é rato
Vagabundo nato, queimo o mato, dou um trato
Nessa dama que me chama, cama inflama no quarto
E as pedras nos meus pés, não viu né bico chato?
Tava perdendo tempo só julgando meu sapato
Cidade Tiradentes, do Canga até Morato
Governo leva o povo e o rap é desacato

[Refrão: Nocivo Shomon]
Quantas vezes eu recomecei
Quantos erros que não consertei
Quantas lágrimas eu derrubei
Pra hoje poder tá aqui
Os lugares por onde passei
Tantos sonhos que eu acreditei
A fé minha lei, pra conseguir seguir

[Verso 2: Renachong]
E com a contenção dos anjos entre demônios andei
Tô perdendo a fé nos homens, mas em Deus não perderei
Nessa vida assimilei, você percebeu também
Ninguém é 100% mal, nem completamente do bem
Como é que eu vou julgar, falar de quem infringe a lei
Se eu pensar, se eu for lembrar, quantas vezes já pequei (vish)
Aí pesa em qualquer cristão, nessa espiação
E prova, tem ninguém na perfeição
Tenho minha convicção, conservo meu fundamento
Nos ensinamentos do mestre o seu único mandamento
Respeita os irmãos, a chave da salvação
Quem ama não tem ódio, maldade nem ambição
Não faz guerra, não trai, não tem choro nem suicídio
Não conspira, ele quer paz, não se sujar num homicídio
Nessa ideia me liga, é a voz da fé que eu escuto
Mas vou ter que pagar pois não é sempre que eu executo

[Refrão: Nocivo Shomon]
Quantas vezes eu recomecei
Quantos erros que não consertei
Quantas lágrimas eu derrubei
Pra hoje poder tá aqui
Os lugares por onde passei
Tantos sonhos que eu acreditei
A fé minha lei, pra conseguir seguir

[Verso 3: Thiago SKP]
Que se foda o feedback, é mais que cash, lek
Não é só haxi e back, passa um flashback
Você de snapback, brinde black no deck
Meu motivo eternizo vivo quanto apertam o rec
A fé minha lei, o tempo foi poeta
Sem mediadores, minha conexão direta
Não medi as dores, expus o que nos afeta
O pesadelo no quarto, a insônia na caneca
Cortaram as asas e depois nos deram brisa
Fizeram acreditar que você quer o que não precisa
Não olhou meu coração e sim a marca da minha camisa
Não viu minha caminhada, atento a marca de quem pisa
Procuram digitais, você identidade
Somos o que induz e não sabemos da metade
O tempo vem ensinar, mas só quem quer aprender
Não adianta buscar fora o que ta dentro de você

[Outro]
Minha fé vai além dos limites da compreensão
É o estado de espírito sem explicação
É a luz que ilumina o meu caminhar
Minha fé, minha fé
De um guerreiro que anda na luz e na escuridão
Me traz paz, confiança, é meu guardião

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2018 Lyrics.lol