A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Lessa Gustavo

"Ciclos"

[Verso 1: Lessa Gustavo]
Enviando cartas pra mim mesmo me senti sozinho
No verso notei um caso de ausência
Deixe com os vizinhos amigáveis
Faz tempo que não vou pra fora do Rio
Poltronas inclináveis ac*mulando vontade de chegar ao destino
O tráfego parado, látex, espinhos
Sem analogia sou um motoboy desrespeitando placas
Reconheço correria exata
Capítulos após chegaram pra mim essas cartas
Conselhos de um passado
E climacool zerado versos trapos
Reconhecendo o apontar de cada dedo ou palavra
Um diálogo a sós enriquecendo os correios
Malditos correios (malditos correios)
Mutação pertenceria a eles primeiro
Remete à astrologia fases da lua interferindo na maré
70% do nosso corpo é água
Acho que tu entende o intuito das barras
Viaturas capotadas ou enguiçadas
Tocava o rap da semana no rádio dos cana
Eu tava roubando quadros feios e molduras caras
A cidade fede a desgraça
A ideia se perdeu na ligação e eu acabei preferindo ficar chapando em casa
Saca?

[Verso 2: Bonsai]
Mesas ocupadas por pratos vazios, macios
Insisto em ser o que não sou porém
Eu sei de artigos bons e de onde eles vem
E sobre o meu futuro dele sobre o que me convém
Eu digo que o passado vem, vem
Com meus pesadelos e antigos pavores
Eu alimento minhas dores com tragos no pren
Eu colho fragmentos soltos em vagões de trem
Sobre as cartas que eu escrevo e deixo de lado
Sobre assuntos que nunca devem ser abordados
Eu espero que o tempo dure como eu imagino
Que a criatividade seja as fichas do cassino
Que o cassino seja o recinto mais escuro
Que a escuridão seja o ambiente mais puro
E que a solidão seja toda a compreensão
Que eu deva agir só ser autor da solução
Pneus carecas e apressados por horários curtos
Derrapam na matéria perante toda a plateia
Que acompanha e segue nula correndo sem direção
E eu me sinto forçado em refazer a lição

[Verso 3: Ribeirx]
Tudo parado
Tempo nublado
Oito da manhã eu me preparando para expor meus traços
Esboços criados dariam uma enciclopédia
É como se eu me colocasse rédias
Hoje sei o meu limite
Estabilidade emocional sempre foi minha queda
Escrevo enquanto vivo vícios
Biografia de sequela
Resquícios culpado por sempre escolher as flores belas
A bela e a fera é só um conto pra plateia
Ouço os roncos dos motores dentro de mim
V8 turbo, coração movido a Henessy
O que inspira vai além do que tá aqui
Até hoje
Converso com quem já se foi, mais um motivo pra sorrir ou um motivo pra sumir?
Tão clichê quanto encontrar um motivo pra existir
Quem não quer repercutir?
Reconhecer a si mesmo talvez seja o principio para o reconhecimento do que se fazer aqui
Meu recomeço é aqui
Ciclos encerrados já estou me preparando pro próximo fim
Ciclos encerrados já estou me preparando pro próximo fim
(Eu falei "cinclos" de novo? não, né?)

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol