A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Nero

"Prólogo Fértil"

Letra de Prólogo Fértil

[Nero]
Ahh... se a vida for a selva me chame de Rei Leão
Mas atenção que na rua eu sou rato
Se eu to na área seja camaleão
Vim pra fazer a diferença

[Test]
Mc ruim tem igual mato, na rima tu é pato
Eu destruo sua crença e te deixo sem ato
Mc's ruins com dicção pobre tem igual mato
Eu me apago no escuro e me ascendo igual jato

[Nero]
E os caras falam falam mas fazer que é bom nada
Do rico ao pobre, do adulto e do jovem
Mesmo que as coisas mudem e renovem
As pessoas só vão pra frente se forem pressionadas
Ou impressionadas ao verem o meu show

[Test]
Mano eu mando em speed, mano eu mando em slow
No estúdio ou no show mando pra vocês
Também mando para eles
Meu rap desarma muito mais do que o Höwedes
To de boa de causar intriga pique Nescau e Toddy
Na rima sou God, na rua sou Papaléguas e PM's são Coiotes
(Piá, então faz o seguinte ó)
O rap é pra quem pode sem holofote
A track vai nascendo totalmente underground
Detono no primeiro round
Cadê sua trocação quando eu armar meu ground and pound?
O rap é pra quem pound, é pra quem pound
(E o universo sorri pra mim, pena que nunca acreditei)
Irei te incentivar com vaias
Passa a bola e me lança logo o meu fire, quem anda com fé não fáia
Enquanto você tira onda tio... (nós vamos invadir sua praia)
Difícil não é convencer os pobres de que o governo vai foder com elas, difícil é convencer os pobres de que somos pobres
É a mesma coisa que abrir a cortina sem abrir a janela
E a vida sempre te trará vários Rogérios Cenis
Mas meu mano tenha a paciência do Denis
Pra escrever rap tive que sair do barro
"Se não destruirmos florestas, onde vou estacionar meu carro?"
E agora é o momento que tu vai fazer uma diss pra me criticar, mas teu talento é tipo o ponto G da tua mina: cê nunca vai achar

[Nero]
Será que as pessoas são o que querem ser?
Será que devem ser quem são?
Será que molhar a mão não vale a pena não?
Será que não é melhor ficar muito louco são?
Na locução que a vida canta
Loucos são aqueles que falam
De certo os imunes são aqueles que tem munição
Inteligentes burros são aqueles que se calam
E eu não tô nem aí pro que tu vai pensar
Eu tenho o direito de me expressar
Não engane a si mesmo parceiro
Não assine sua própria sentença
Se teu corpo é aquilo que tu come
Sua alma é aquilo que tu pensa
Então para, para! (uhh) de tentar se promover
A frequência que cê vai na igreja não define quem é você
E alguns ficam na inércia por falta de incentivo
Porque produzir conhecimento é cansativo
Vá cuidar da sua vida, mano, da sua vida
Cê não sabe da minha história, muito menos minhas feridas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol