A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

The Roots

"Autógrafo"

[Intro]
Agora é sério, man (BRRAAA!)
Uh-Uh, Diba!

[Verso 1]
Criado pr'a servir de exemplo
Pra quem não quer exemplo, minha mente é o templo
Engloba o poder da visão
Faço a divisão dos que valem e dos que não
Triste conclusão: assisto a degradação
Na exposição de, rostos nocivos refundidos em sorrisos
No bolso um objectivo, coração corporativo
Um puto cresce rápido, aspirante sem tabú
Filho de influências, quer é ser melhor que tu
Sem cabeça pr'a estudo só produto na cabeça
Maturidade é capital não interessa quanto cresça
Sociedade é selva, devora quem adormece
Todos querem verde, já ninguém amadurece
Apressa a prece, heroi vivo povo esquece
Só respeitam-te á distância, tipo amor sem sexo
Amizade se desfaz num complexo
Assisto perplexo, ela nascer nesse nexo
Presos num reflexo, a política ego-tripa
Tempo esgota a paciência que-se-enche numa pipa
Todos querem salo, carro, massa
Ser pobre não é crime mas ajuda pra caraça!
"Problemas resolvidos no gargalo da garrafa"
Faz problemas resolvidos na garrafa
Os de fora escutam histéricos relatos periféricos
O esteriotipo édito, policia faz inquerito
Escorre o sangue que não se destingue, herança deixa um ringue
Amor de circunstância se extingue
Não sobra pingo de energia pro velho remisso
Aquecimento Global? Já nos desligamos disso

Agora estamos noutra man, agora é crime, agora é confusão, corrupção. Isso de aquecimento global é antigo. Não há como economizar energias, é muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, não dá pra economizar energias. Yeah. Esse é um autógrafo

[CORO x2]
Faz o que tu dizes
Boy, não paralises
Quando vierem as crises
Man nem dramatizes
Não te economizes, nah
Não te economizes, nah

Yo, esse é um apelo para quem quer que seja abençoado criativamente. Não pares. Nunca. Há quem precise de ti

[Intro]
Yo, chega de Hard-core. Wo, yeah. Esse é o reprise. Diamantes. Andar de Cima. Yeah
Só boa música... ao meu ver

[CORO x2]

[Verso 2]
Do meu quarto visualizo minucio no preciso
Pra provar que eu sou melhor que favoritos n'um improviso
"Não têm juízo", dura-dor que interiorizo
Perfeição está no horizonte então adio indeciso
Economizo, meticuloso no incomplecto
Bloqueado e preguiçoso o projecto cheira espectro
Guardo-a-roupa, arte, vida numa estante
"Fica pr'a amanhã" mas o "Nunca" chega antes
É hora de mudança, mentalidade nova
Potencia nada vale, só vale o que tú provas
Tens vários talentos no teu corpo submersos
Meus pais me deram o mundo então escrevo em Uni-verso (Pra ti)
Batalha o interior, trabalha no teu ser
No medo de perder está a morte do vencer
Vencedores fracos derrotam rivais errados
Adota outra conduta, vai a luta
Vida pertence á quem desfruta, fora ou numa gruta
Sonha vivo e á cores como se fosses Martin Luther
Só tem inveja quem não faz
Então economiza a critica mostra que és capaz
Explora, vive, amadurece o "eu"
Fora é mandatório, dentro é pr'a quem escolheu
Porque embora quem quase morre esteja vivo
Quem quase vive já morreu

[CORO x2]

[Outro]
Yo, essa aqui é pra todos os projectos que não viram a luz do dia porque a preguiça venceu. Pega e faz. Senão vais ter que engolir o facto de que tem um outro n*gga aí que está a fazer muito melhor que tu. Quando tu fazes melhor

[Extrato de "Blue Valentine"]

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol