A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Piruka

"Preliminares"

[Verso 1]
'Tou sentado num banco a um canto quadrado
Um quadrado que tem quatro cantos, é o meu quarto
Na realidade eu vejo que na verdade todos nós temos desejos
E o meu desejo é mandar beijos para quem não presta
Eu faço a festa mesmo 'tando sozinho
Porque eu não conto com ninguém a não ser comigo
Tenho dois ou três amigos e se contar bem nem isso
Mas sempre com fé em mim cá para o que for preciso
Sou Piruka MC mais um recruta sim
Sempre na disputa pi a vida é curta
Enfim é uma puta com desculpa para fazer
A homens ou mulheres o que bem lhe apetecer (yei)
Falam do karma e do destino
E dão espingardas a meninos
Para bater fardas e bambinos sem pensar no custo
Sinceramente acho esquisito
Como é que podem achar bonito
Ver putos à facada e tiro perdidos do mundo

[Refrão]
Só têm dez ou onze anos
Mas já dominam os cantos com a palma da mão
Também são ser humanos
Não fomos nós que os criamos
Mas nós é que os arrastamos para esta situação
Então
Eu dou-te a mão tu agarras o braço
Mas eu digo não, não, não
Eu dou-te a mão tu agarras o braço
Mas eu digo não
Então eu dou-te a mão tu agarras o braço
Mas eu digo não, não, não
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol