A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Bispo

"Confio"

[Verso 1: Tem-P]
Eu confio no meu instinto
Mesmo que me deixe mal
Confio no mesmo instinto que me pôs em Portugal
Confio e não desminto que este mundo ocidental
Que só confia quem tem
Posses e um bom poder material
Confio na minha mãe
Que virou pedras em pão
Fez das tripas coração
Pa' me dar uma refeição
Confio neste planeta
Quem habita não tanto
Confio em mim
Confio em Deus
Não na imagem de um santo
Enquanto, o país afunda
Confio nos que aqui estão
Confio quem aqui ficam
A reerguer esta nação
Não confio neste poder
Que nos fode sem permissão
Que nos tira tudo que pode
A ficarmos sem um tostão confio, nas lágrimas..
Suor e sangue
Confio no amor e seu efeito boomerang
Confio em cada queda
Em cada passo que dou
Confio na lua
Que me lembrou tudo que o avô me ensinou

[Refrão]
É questão de confiança
Evitar nunca se evita...
Há solução ganha esperança
Tenta viver a tua vida
Confiança é uma balança
Pros’ demais
Equilíbrio não tenhas a menos nem tenhas a mais
Traiçoeira a maneira
Dos canibais
Confia sem demasia
Problemas são reais

[Verso 2: Tem-P]
Confia em mim quantos disseram
E a seguir te traíram?
Quantos disseram o que sabiam
Quando querias segredo
Quantos quiseram que caísses
Eram amigos já viram?
Quantos pensaste que te admiram
Hoje só te apontam o dedo
Quantas Ex tu confias te
Disseste que é desta
Que confiaste e acabaste
Com 2 cornos na testa
Quantas vezes a floresta
Confiou na humanidade
Acabou mais que queimada
E ninguém atrás das grades
Eu confio na policia
Humm..
Até parece
Como se eles confiassem
Em algum preto na LS
Não confio na justiça
Não confio na sorte
Confio na cura e no tempo
Não confio na morte, topa
A confiança não é um jogo de se jogar
É um molde ou tu moldas
Ou ninguém vai o moldar
Ou tu acordas ou te acordam
Quando ainda queres sonhar
Conquistas hoje a confiança
Ou então não vais conquistar mano

[Refrão]
É questão de confiança
Evitar nunca se evita...
Há solução ganha esperança
Tenta viver a tua vida
Confiança é uma balança
'Pros demais
Equilíbrio não tenhas a menos nem tenhas a mais
Traiçoeira a maneira
Dos canibais
Confia sem demasia
Problemas são reais

[Verso 3: Bispo]
Confiança é a dita base de tudo o que te rodeia
É o que se necessita em qualquer fase
Em cada passo, até chateia
Acredito no que vejo, mas pelo meio sinto receio
Eu não confio só por um beijo porque o desejo é matreiro!
E eu creio que um "quase" nunca foi base nem chega perto
Menos paleio, se não há provas não aprovas nada, certo?
É feio mas é a vida em cada queda que te ensina
Baseio-me em factos antes que me perca e saía da linha
Sigo um instinto, penso uma beca no que se avizinha
A situação tá marreca e de bengala mal caminha...
O que vem depois?
Não se advinha mas a confiança existe
Então, confio nos meus, não pensando em imprevistos...
Mesmo que se fale muito, confio em olhares que não mentem
De corações que não sabem esconder aquilo que sentem...
Antes de mais, tem que haver confiança para dar e vender
Mas fico a ver a insegurança a criar medos que não deixam viver...
Ya, confio num olhar, tipo ver para crer
A vida tenta ensinar que nem tudo o se diz é para escrever...
Mas nem sempre se dá ouvidos por mera falta de atenção
Quem me dera encontrar em todos os sentidos uma direcção
Não há confiança, apenas gritos de orgulho ferido
Encaras a situação, tempo perdido mal investido
Reparas na confusão que 'tás metido, labirinto
Depois do que tenho vivido?
’Tou de pé atrás não minto!

[Refrão]
É questão de confiança
Evitar nunca se evita...
Há solução ganha esperança
Tenta viver a tua vida
Confiança é uma balança
'Pros demais
Equilíbrio não tenhas a menos nem tenhas a mais
Traiçoeira a maneira
Dos canibais
Confia sem demasia
Problemas são reais

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol