A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Nocivo Shomon

"Guerreiro Sagaz"

[Intro]
Guerreiros corajosos
Dispostos a dar a vida por algo
Que tornou-se uma palavra esquecida
Honra
Samurai, sagaz
Perigo pro inimigo

[Verso 1: Nocivo Shomon]
Oh quem voltou doutor
O dono do flow que atormenta
Som que deixa os lock em shock com a levada violenta
Guerreiro se apresenta em frente os bico que brotar
Ser igual é pros otários é necessário mudar
Nocivo sigo na saga sem banca pra me brecar
Espírito opaco não pode impedir o meu dom de cantar
Hora de nós chegar, veloz avança, invadir maluco a mente
Ousar tomar de quem não sabe dividir
Eu, trago a verdade pra aquele que deve ouvir
Bolado com o errado, cansado de se iludir
Eu vi pela ambição a leva se prostituir
Num mar de contradição que arrasta o falso MC
Não abraça as idéias que eles pensam em se unir
Esquece da humildade quando ele consegue subir
Dinheiro não corrompe, só revela os traíra
Sua voz que não se cala perante tanta mentira
Um monte quer contrato mas do caráter se esquece
E as garopa transforma vários pit-bull's em Lessy
Eles corre com Barack eu vim pra ser Osama
Se for pra subir sujo prefiro morrer na lama
Procurando a fama, seu respeito se perdeu
Bate no peito grita é nóis mas pensa apenas no eu
A mídia apareceu e os pé de breque se vendeu
Mas o rap de verdade eu to ligado não morreu

[Refrão]
Samurai, sagaz
Perigo pro inimigo
Samurai
Guerreiro sagaz
Nocivo na saga eu sigo
Perigo pro inimigo
Samurai
Guerreiro sagaz
Nocivo na saga eu sigo
Perigo pro inimigo

[Verso 2: Nocivo Shomon]
To na pista, na disputa, falsos truta, várias treta
Quantos pilantra se ataca com apenas uma letra
Seu passado é manchado, safado não me engana
Sem conduta, vira puta, trai na luta, pela grana
Engana pra subir, se alia com o inimigo
Cuzão vende o valor não sabe o que é pudor e amigo
Traição leva inocentes serpente na selva triste
De onde você vem palavra honra não existe
Cada rima gravada mostra um Judas escondido
Disseram que eu separei o que sempre foi divido
Desvendando os mistérios do império corrompido
Desculpa teu herói não passa de um vilão vendido
Os falso enfurecido com as verdade que eu cantei
Não se à tona nas mentiras que faz verme virar rei
Arrombado de ego inflado que se acha o maioral
Som que faz puta arrogante despencar do pedestal
Imitação no alto salão na ficção diz que é real
Vamos lá levanta a mão pra mais um som comercial
Idolatrado como Deus, canalha se engrandece
Nem sempre as medalha são dadas a quem merece
Eu, luto contro o injusto que faz puto virar mito
Ele diz que é verdadeiro eu vou fingir que acredito
Cria um personagem e a massa vai à loucura
Depois enche o cu de grana e fode nossa cultura
Envergonha a favela faz papel de bobo
Fantoche do sistema na tela da globo
Che Guevara virou brinquedo de TV
Vendeu revolução agora canta ilariê
Música é sentimento uma pá não assimila
Muitos podem cantá-la mas poucos podem senti-la
Não vim conquistar fã, nem arrastar a multidão
Vim pra cantar com a alma e tocar no coração

[Refrão]

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol