A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Luccas Carlos

"Doses de Adrenalina"

[Verso 1: Sain]
Ainda me lembro dos irmão e a ambição que nós tinha
Madruga papo de visão, dois L e latinha
Essa erva até que dá um grau, mas o que vende é farinha
Essas novinha querem o tal, mas se eu tô de cd são todas minha
Põe em linha e chama os meus fiel pro abate
Lembra quando nós não tinha? Agora é cheque-mate
Cê não me vê nas festas? É que o Catete é o piripaque
Junto aos poucos que me resta, brindando a liberdade
Junta o bonde e atravessa a Brasil pra curtir um leBai
Bebê ainda tava vivo, mano, quanto tempo faz?
Diga quantos danos mais, quantos manos mais, funerais
Eram meus iguais, que descansem em paz, paz

[Refrão: Sain & Luccas Carlos]
Eu sigo fazendo as minhas rimas
Mantendo meu respeito nas esquinas
Minhas doses de adrenalina
É que eu não posso sair de cima
Ainda tenho muita história pra contar
Lugares pra conhecer e eu volto pra te buscar
Me espera antes do dia amanhecer
Que eu venho pra te encontrar
E vai ser só eu e você
E o que o mundo tiver pra oferecer


[Verso 2: Sain]
E eu vou com a confiança escassa
Já nem param na praça
Os olhares me perseguem frios como uma ameaça, mas
Pode vir que hoje eu tô em brasa
E aproveita e chama os porco que invadiram a minha casa
Porque é foda o que eu tenho na mente
Sei que são poucos amigo que entende
Mas esses porco fudido se rende
Quando descobre o que eu tenho no pente
Tá no vacilo então sai da minha frente
Fica tranquilo que eu tô consciente
Na boca do Santo Amaro, a bala come de repente
Passa nada, um vinho branco
Bad trip já foi bem maior
Hoje eu vejo a minha firma num outdoor
Trabalho pra minha filha ter o melhor
Porque quatro linha minha tá valendo mais que 100 grama de pó
E eu vendo sem pena, sem dó
Meu esquema é o melhor
Feds on the front door, oh Lord, no more
Dois coelhos numa cajadada só? Não
Duas cajadadas num coelho só que é pra ficar melhor
Vai

[Refrão: Sain & Luccas Carlos]
Eu sigo fazendo as minhas rimas
Mantendo meu respeito nas esquinas
Minhas doses de adrenalina
É que eu não posso sair de cima (não, não)
Ainda tenho muita história pra contar
Lugares pra conhecer e eu volto pra te buscar
Me espera antes do dia amanhecer
Que eu venho pra te encontrar
E vai ser só eu e você
E o que o mundo tiver pra oferecer


[Saída]
Onde corre muito dinheiro
Não tem sinceridade
Porque é o dinheiro que fala mais alto
E a cultura deixa de ser conservada justamente por isso
É o comércio, eles tão comercializando
Eles não tão preocupando em dar continuidade aquilo que é nosso
Aquilo que nossos os nossos "antecipados" deixou

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol