A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Diomedes Chinaski

"Você é Tudo que Tenho"

[Verso 1]
Quando eu ia afundar nos passos, quem ficou comigo
Quem fez de seus braços laços, meu valioso abrigo
Quando frustado, quis afirmar o amor é algo findo
Quem amou me presenteou com os dias mais lindos
Então não tema outro esquema, baby, não vou te trair
Tu é minha princesa e vale mais que todas essas aí
Que se não tem cerva na mesa não irão nem sorrir
Querem minha erva e minha breja pras pernas poderem se abrir
Mas eu preciso bem mais que pernas abertas
Você me trouxe o que eu não achei em noites de festas
E quando as portas se fecham, e viram uma guilhotina
A luz do fim do túnel é o brilho dos olhos da minha menina
A dor dissolve, teu amor me envolve, sou uma ilha
Diomedes não mente, no teu ventre quero plantar minha filha
Coisa linda, inspira como a aurora
Te vejo e pinto sete mil Monalisas por hora
Te beijo e sinto mil vontades de afirmar o agora
Tu és minha literatura, filosofia e história
Venceremos agonias, paciência, não chora
Teu toque de anestesia, enquanto chove lá fora, baby

[Refrão]
Você é tudo que tenho agora
Eu disse tudo que tenho agora
Você é tudo que tenho agora, baby
Eu disse tudo que tenho agora

[Verso 2]
Você é tudo que tenho
E desse mundo que venho me faz
Te querer longe desse mundo onde venho
Que fez do meu peito um gelo
Lacrado com sete selos
O melhor do meu coração
Só você pôde vê-lo
Meu corpo é teu e só tu vais conhecê-lo
O teu é meu e eu sei bem cada fio de cabelo
O doce amargo da tua boca pela manhã
É sóis pra todo lado
Quero vê-la amanha
Lembro do seu aniversário, nós na Rua da Moeda
Dividindo a tapioca porque faltava moedas
Tá limpeza, tu tava comigo, eu tava contigo
Prometo, no flow segue, vamos ser bem sucedido
Se caso ocorra isso, talvez eu morra por isso
Saiba, sendo assim, levo teu amor comigo
Mas se for do destino, vai me ter por toda vida
Eu chinês lá no quintal, chamando, pondo a comida
E nos dias que tô mal, sem apetite nem sono
Se durmo, tenho pesadelos que logo acordo gritando
E as imagens não passam de um inferno insano
Ela dorme ao meu lado, acorda e já diz "eu te amo"

[Refrão]
Você é tudo que tenho agora
Eu disse tudo que tenho agora
Você é tudo que tenho agora, baby
Eu disse tudo que tenho agora

[Verso 3]
Tu sabe levantar a cabeça do vagabundo
Pra ti só quero ser o melhor homem do mundo
Mas se o sangue ruim do meu pai não me permite esse bem
Ao menos tento e tiro flores de onde não tem
Enquanto dura o sentimento, é minha mulher e amiga
Leitora assídua dos meus versos, meu universo, minha vida
O que não faz eu tá nas ruas, lunático o dia inteiro
Quem me faz relaxar e não degolar os fuleiro
Respeita meu ateísmo, paixão por marijuana
Só não me quer no abismo, sem fé na vida ou em cana
Me escuta, analisa, também não aceita tudo o que eu falo
Concorda, discorda, me beija de língua e me calo
Com essa mulher eu caso, não importa o martírio
Prometo conhecer teus pais, comprei até o colírio
No fundo nem precisou, aleguei sono e colou
Depois de 15 minutos, o nervosismo acalmou
Eu calado e cismado, temendo falar uma gíria
Pedi água, pois algo me deixou sem saliva
Abalado de emoções, Roberto Carlos que diga
– "Quais suas intenções?"
– Quero casar com a tua filha

[Refrão]
Você é tudo que tenho agora
Eu disse tudo que tenho agora
Você é tudo que tenho agora, baby
Eu disse tudo que tenho agora
Você é tudo que tenho agora
Eu disse tudo que tenho agora
Você é tudo que tenho agora, baby
Eu disse tudo que tenho agora

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #


All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
Copyright © 2017-2019 Lyrics.lol