Luiz Lins
O Que Sobrou
[Verso 1: Dcan]
Eu amo você demais para fingir
Que eu nunca te amei quando éramos chance
Amei, quando virou certeza, amor
O choro que voce chorou
Foi o mesmo que eu chorei
Um pedaço de mim ficou
O que sobrou pede você eu sei
Olho pro lado e vejo o meu pa**ado
E o futuro se viro pra trás
Por que o agora é tão complicado
E o que me resta hoje é a falta
Que você me faz

[Verso 2: Kiaz]
Olho o nosso álbum e ainda sinto
Nosso edredom ainda tá quente
Parecia tudo tão real
Me conta o que aconteceu com a gente
Daria tudo pra voltar no tempo
Onde o amor tomou conta de nós
Hoje só vivo enquanto pa**o o tempo
Sentindo falta de você

[Refrão: Dcan]
Eu amo você demais para fingir
Que eu nunca te amei quando éramos chance
Amei, quando virou certeza, amor
[Verso 3: Nith]
Fizemos a melhor história
Sem a melhor parte
Foi um quadro não exposto
Ninguém viu a arte
Não minto foi do caralho
Só teve desgaste
Nossos erros fez que tudo
Perdesse o encaixe
Entre nós dois
Um dia quero te encontrar
Só pra te perguntar se existiu amor
Difícil entender porque tudo acabou
Entre nós dois
Tu sabe que eu não vou parar
Lembra de tudo que a gente projetou
Eu termino sem você mas com tudo
Que a gente sonhou

[Verso 4: Luiz Lins]
Saiu de casa pra Vila Valqueire
Pra base da Blakk pra ficar a vontade
Disse que me viu no baile com os amigos
Que eu tava bonito que bateu saudade
Viu que o bagulho ficou de verdade
Sabe que comigo foi diferente
Mandou no WhatsApp, que nem curtiu nada
Que tava embrasada lembrando da gente
Com boldo na mente, que sentiu falta
Da sequência do pente, na madrugada o clima ficando quente
Mas nada é pra sempre, infelizmente
Se hoje a noite tiver fazendo nada
Cola aqui em casa, que a gente se entende
Que eu to na cidade
Seja por prazer ou necessidade
Eu vou tocar minha vida pra frente
Tô no corre de semana a semana
Talvez um dia eu vá embora pra sempre
Perca minha alma caçando esse money
E ele me faça pensar diferente
Sinceridade por favor não mente
Só me fala se tu já me amou
Porque agora a gente se olha
Eu não sei quem tu é, e nem tu quem eu sou
Mas foi verdadeiro enquanto durou
Baby, sem mágoa, sem ressentimento
Se eu to correndo pra tá onde eu tô
Não tô com tempo pra arrependimento
Tô na função de brindar o momento
Então não vem me falando de amor
Lembrando do tempo, do sentimento
Não estraga o que sobrou
[Refrão: Dcan]
Eu amo você demais para fingir
Que eu nunca te amei quando éramos chance
Amei, quando virou certeza, amor